A terapia com nutrição parenteral domiciliar (NPD) faz a força

Histórias de pacientes

Jana e seu marido, Chase, muitas vezes são vistos passeando com os cães Linus e Jovie em Beaumont, estado do Texas (EUA), onde moram. Ela é uma jovem carismática com um estilo de vida muito ativo e sociável, seja em encontros com amigos, seja caminhando nas montanhas do Novo México com sua mochila verde fluorescente. O que muitos não sabem é que a mochila é uma extensão do corpo de Jana, pois transporta os nutrientes e calorias que ela consumirá ao longo do dia.

Jana tem um distúrbio gastrointestinal raro (a pseudo-obstrução intestinal idiopática crônica, POIIC), com o qual foi diagnosticada aos sete dias de vida. A POIIC é um problema de saúde no qual ocorrem contrações musculares involuntárias e coordenadas no trato gastrointestinal (GI) e que sinaliza um bloqueio nos intestinos que, na verdade, não existe. O problema dificulta e quase impossibilita que Jana obtenha calorias por meio de alimentação normal. É por isso que ela vem usando nutrição parenteral domiciliar (NPD) ao longo de toda a sua vida.

“O que é normal para mim é diferente do normal das outras pessoas, mas isso nunca me impediu de aproveitar a vida”, diz Jana. “Quando era pequena, eu sabia que era diferente. Levo meus nutrientes em minha mochila ao longo do dia, o que é tremendamente conveniente. Com isso, eu mantenho a minha mobilidade e sigo com a vida.”

A NP é uma terapia nutricional intravenosa (IV) que Jana recebe em uma infusão com duração de 12 horas, cinco dias por semana. Jana recebe vários nutrientes e multivitaminas diariamente, conforme as necessidades de seu organismo, o que pode incluir uma dieta balanceada, com proteínas, carboidratos, lipídios (gorduras), eletrólitos e vitaminas. A terapia de Jana muitas vezes inclui uma mistura dos aminoácidos e multivitaminas de que ela precisa para enfrentar um dia normal.

Embora já tenha ficado hospitalizada por longos períodos, se submetido a cirurgias de grande porte e enfrentado vários imprevistos em função de seu problema de saúde, Jana nunca deixou que a doença a impedisse de fazer o que gosta. Jana se estabeleceu com o marido no Texas depois de se formar no Lamar College e se transformou em uma defensora da NP. De fato, ela é membro do “Gutsy Gals”, um grupo de apoio formado por mulheres em terapia com NP em todo o território dos EUA.  

“Ter acesso a produtos inovadores de nutrição parenteral tem contribuído muito para me dar segurança para continuar minha jornada com a POIIC”, afirma Jana. “Tenho a sorte de ser capaz de administrar o meu tratamento remotamente, em casa, o que garante a qualidade dos momentos que passo com a minha família e os meus amigos. Isso é o normal para mim, e está tudo certo.”

Jana e seu marido, Chase, muitas vezes são vistos passeando com os cães Linus e Jovie em Beaumont, estado do Texas (EUA), onde moram. Ela é uma jovem carismática com um estilo de vida muito ativo e sociável, seja em encontros com amigos, seja caminhando nas montanhas do Novo México com sua mochila verde fluorescente. O que muitos não sabem é que a mochila é uma extensão do corpo de Jana, pois transporta os nutrientes e calorias que ela consumirá ao longo do dia.